quarta-feira, 13 de julho de 2011

ÁGUIA OU GALINHA: que tipo de concurseiro você é?

Dois grandes teólogos escreveram livros com o tema a águia e a galinha, cada qual com lições distintas e muito interessantes: Frei Leonardo Boff (Ed. Vozes) e o pastor Jorge Linhares (Ed. Getsêmani). Vou me valer de textos do segundo (LINHARES, Jorge. Águia ou Galinha? 27ª Ed. Belo Horizonte: Editora Getsêmani, 2005. p. 38-52), e em seguida, comparar suas lições com o concurso público, convidando o leitor a descobrir-se “águia” ou “galinha”.

“Galinha é caça. Águia é caçadora.” Você olha a matéria, os livros, as provas como alguém que vai lhe destruir ou como algo que você vai caçar e vencer?

“Galinha tem olhos laterais. A águia, não. Seus olhos são frontais.” Animais que caçam (ao invés de serem caçados) olham para frente, para focar o que desejam. Concursandos que ficam olhando demais para os lados, para os prazeres excessivos, para os problemas não focam. Águias e galinhas nascem com os olhos “prontos”, mas você pode escolher para que lado vai olhar: para o objetivo ou para os problemas, para o que traz resultados ou para o que atrapalha os resultados pretendidos.

“Galinha só enxerga de dia. Quando o sol se põe, vai para o galinheiro ou poleiro, condenada a virar canja de raposa, cachorro ou gambá. A águia enxerga tanto de dia quanto de noite.” E você, estuda de noite? Vira madrugadas?

“Águia é vigorosa; galinha, frágil.“ Para cuidar da vida atual, para se organizar e AINDA CONSEGUIR estudar, fazer cursos, simulados etc. é preciso vigor e disposição.

“Galinha é medrosa. Águia é destemida, corajosa.” Estamos voltando à questão de ser caça ou caçador, mas também ao fato de que um bom concursando não deve temer a quantidade de matéria, nem a relação candidato-vaga, nem coisa alguma que esteja entre sua situação atual e a situação pretendida.

“Quando adoece, a galinha fica de asas caídas, jururu, dependente de socorro. Ninguém jamais viu uma águia doente. Quando debilitada, reúne todas as forças que tem para refugiar-se no alto. Não fica por aí à espera de piedade. Autocomiseração não combina com a águia.” E você, amigo, está esperando piedade alheia ou prefere reunir suas forçar para ir em busca do sonho?

“Galinha se alimenta de milho e restos. A águia, do alto, seleciona a presa, e desce como uma flecha sobre ela.” Aqui vale o cuidado com a qualidade dos cursos que faz e dos livros ou apostilas que lê. Não se “alimente” de coisa ruim, pois faz mal! Isto também vale para suas conversas e companhias, para os programas de TV que assiste e tudo o mais que influencie sua mente e sua preparação. O lazer é essencial, mas um bom lazer.

Se você se negar a ter uma visão e um comportamento limitados como os de uma galinha, pode ter certeza que terá o melhor desta terra.

Mas ainda há mais: “O ninho de galinha é feito de pena e capim. Da águia também. Mas sob o capim e as penas, retiradas do próprio peito, a águia coloca uma camada de espinhos.”

Às vezes é preciso ter, ou ao menos se lembrar, dos “espinhos” para que não nos acomodemos e para que levantemos vôo. São os espinhos da vida, as necessidades, as contas, que algumas vezes nos impulsionam para a vitória. Não é raro ver pessoas com tudo a favor não passarem... Talvez por falta de espinhos no ninho, e pessoas com “espinhos” conseguirem passar nos concursos. Não sei se os espinhos são as contas, doença, separação ou o que for, mas espinhos não são limitadores para as águias.

A galinha aceita ficar presa, a águia não. Algumas pessoas aceitam uma situação de “prisão”, limitadora, enquanto outras ousam melhorar de vida. A galinha faz seu ninho ao nível do chão, sem pensar alto, coisa que uma águia não imagina. Ela voa, pensa e aninha-se no alto, que é para onde se dirige sempre.

Enquanto há várias espécies de galinha, temos na águia uma espécie rara. Concursandos organizados, estudiosos e que fazem o que é o certo são raros... e são os que passam, mais cedo ou mais tarde!

A diferença não é o que acontece com a águia ou com a galinha, mas como essas duas aves reagem ao que acontece com elas, como elas encaram sua existência e como lidam com ninhos, espinhos, alimentação, desafios etc. Por isso elas são tão diferentes.

O livro de Obadias, na Bíblia, diz “Se te remontares como a águia, e puseres o teu ninho entre as estrelas...” (1.4). Este é o desafio: não importa como você foi até hoje, mas sim que se “remonte” como águia, que é o que você já é ou pode vir a ser. Para ser um concurseiro-águia, basta pensar e agir como um, pois “somos o que pensamos e fazemos”.

Ponha seu “ninho” entre as estrelas: você merece.

16 comentários:

Beleza Tropical Fashion disse...

Boa Tarde, não conheci o senhor, depois de uma indicação de um amigo serventuario comecei a pesquiesar sobre o senhor. Tambem assisti uma palestra breve do senhor, e sinceramente vou admiravel. Bom, que o senhor continue sendo essa pessoa humilde e honesta que diante de tão poucos minutos conseguiu passar para mim e para tantas outras pessoas presentes na palestras. Obrigada por ter me dado a oportunidade e o prazer de conhece-lo mesmo que breveamente melhor o senhor. Tenho aprendindo muito com o senhor. Minhas sinceras "SaudeS", fiquem com DEus. Amem. Laura R. Gomes. Estudante da vida.

Érica disse...

Professor, que belo incentivo!
Gosto muito de suas postagens por sempre apresentar um teor cristão. Que Deus abençoe sua vida!

Sidcley disse...

Impressionante. Sou cristão adventista e muitas vezes ouvi na Igreja sermões sobre aplicações à vida cristã das lições da vida de águias e galinhas. Mas uma aplicação assim, à vida de concurseiro, é a primeira vez. Parabéns pelo texto, veio em uma boa hora, em um momento que desaminado pensava ser o Senado Federal algo muito grande pra mim. Resolvi ser águia. Parabéns, belíssimo texto!

Argus Dag Min Wong disse...

Após ler esse artigo parece que tirei um peso das costas. Talvez gostem desse vídeo.
http://www.youtube.com/watch?v=FYfnmVl_Kus

Obrigado professor, no meu time é o senhor e mais 9!

ANDERSON PRADO disse...

Profº,obrigado pela palavra de motivação postada na pagina do arca universal,ja me sinto mais confiante para o dia "D"....

Joyce Hemanuelle disse...

Adorei sua palestra no super UTI. Valeu.

Flavio Rafael disse...

De suas palavras, só tenho a agradecer.
Positividade é o que sempre me trouxe.

Flávio Rafael

Anônimo disse...

Nossa,pura verdade! um excelente conselho de vida que devemos seguir! amei,amei,amei :D

uma tal de Ti. disse...

Sr William,

Eu não passei no Exame da Ordem de ontem como esperado. É uma pena, mas minha vida está segura no Senhor e Ele certamente me capacitará a construir meus ninhos em lugar alto como águia!
Seu texto, por ser baseado em princípios bíblicos, me inspira!

Deus abençoe a sua vida!
Att, Tiffany

Anônimo disse...

Parabéns!

Ângela Maria disse...

Inspirador!

William Douglas disse...

COMENTÁRIO de TALITA: Oi,meu nome é TALITA e lendo este texto "ÁGUIA OU GALINHA: que tipo de concurseiro você é?"Descobri que realmente ha uma comparaçao muito grande,com os concurseiros,e serve para pessoas que igual a mim estaõ começando a se descobri como concurseiros...gostaria de saber se o senhor dara algum tipo de palestra em saõ paulo...

RESPOSTA ao COMENTÁRIO: Talita, agradeço muito pelas gentis palavras, fico feliz que tenha gostado do artigo e que tenha escolhido o caminho dos concursos, que é excelente. Para saber sobre minhas atividades, sugiro cadastrar-se no meu informativo (gratuito) pelo site www.williamdouglas.com.br e acompanhar a agenda. Abç fraternos

William Douglas disse...

Amigos, gostaria de agradecer a todos pelos comentários, observações e, principalmente, pelo carinho de vocês. Abç fraternos a todos.

William Douglas disse...

COMENTÁRIO de MARÍLIA: Sua mensagem, no dia de hoje me fez acreditar, não deixar minha fé ser abalada. Estava com medo da prova, pensando em levar um remedio para depressão para tomar após prova. Na realidade já estava me sentindo destruida antes de começar. Amigo,para vc posso falar é 8ª prova que vou fazer, fiquei reprovada em trabalho, não desisti escolhi a mesma matéria,trabalho. Que Deus possa me ajudar olhar como uma águia. Muito boa sua palestra, vou ouvir novamente, senti uma tranquilidade dentro do meu coração.

William Douglas disse...

COMENTÁRIO de GISELE;. Deus tem falado muito comigo nesse sentido, me pergunto porque apos algumas provas que prestei não consegui passar, mas tenho certeza que o Senhor me impulsiona a retirar-me do comodismo e traçar novos objetivos, é dificil muitas vezes a derrota, mas sei que Deus tem um grande proposito.. ELE quer me dar visão de águia... Deus Abençoe... Gis

William Douglas disse...

COMENTÁRIO de GLAUCINELE:
Professor William, sou uma concurseira do tipo águia, embora já tenha passado, eu admito, por alguns momentos como a outra ave do texto. Resolvi, entretanto, retomar o meu foco. Quero realizar o meu sonho de ser juíza. Sei que não existe vitória sem sacrifício, sem dedicação e disciplina. Com o seu livro e com os textos que tenho lido no blog e no site, estou reaprendendo a estudar. Estou readquirindo a garra, a determinação que tinha quando comecei a estudar anos atrás. Obrigada, professor, pelas palavras estímulo. Quando passar, entrarei em contato com o senhor novamente. Glaucinele